Que tipo de herói você quer ser do seu filho?

Pais e mães são heróis e heroínas das suas crianças. Somos os exemplos do que eles se espelharão e do que certamente se tornarão. Indiscutivelmente, agirão como nos veem agindo hoje. A pergunta que fica é: você quer que a sua criança seja um adulto como você?

Vejo filhos com os mesmo defeitos e qualidade dos pais. Confesso que as vezes converso com uma mini “eu”! E essa é a maior responsabilidade que penso ter. Tentar ser melhor a cada dia, para ser um exemplo melhor para as minhas filhas, tem sido uma busca diária.

Criticamos e julgamos as crianças quando são vingativas, egoístas, possessivas, impacientes, invejosas, maldosas, geniosas… mas será que elas não estão tendo uma “escola” em casa? Será que a forma como os pais agem não levam as crianças a imitarem certas atitudes ruins? Que tipo de adultos se tornarão? Serão elas um espelho do que assistem em casa?

Pais sem controle emocional criam filhos que, provavelmente, não terão controle emocional. Mas essa realidade pode mudar se aquela criança conseguir enxergar os maus hábitos que “herdou”.

As qualidade também são herdadas, claro!!! E temos que torcer para que sejam mais observadas e copiadas do que os defeitos!

Mas então, vamos voltar para você, que me lê. O que acha que herdou dos seus pais e quais características suas, você vê nos seus filhos? Você tem dado bons exemplos para as suas crianças?

Estamos chegando no Natal e nesse época sempre procuramos desfazer nós, acalmar e tranquilizar o coração e mudar o que não foi bom no ano que passou. Costumo fazer uma retrospectiva mental e analisar o que preciso mudar ou não! Também é época de agradecer, algo que precisamos ensinar aos nossos filhos, SEMPRE!

Chamo você para fazer o mesmo! O que você faria de diferente e como se curar dos maus sentimentos e pensamentos? Como aprender a ser melhor para ensinarmos as crianças a serem melhores?

*imagem retirada da internet

4+

Bela Aires

Desde que me tornei mãe passei a me interessar por todos os assuntos referentes à infância e maternidade. Compartilho aqui, com você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *