A criançada já tem programação – e claro, diversão – garantida nas férias. O Pátio Savassi recebe, de 6 de janeiro a 6 de março, peças da Campanha de Popularização do Teatro e da Dança. As atrações contemplam os espetáculos “A Bruxinha que era Boa”, “Cachinhos de Ouro”, “Pinóquio”, “Zeropeia”, “Saltimbancos” e “Chapeuzinho Vermelho”.

“São peças lúdicas, que permeiam o imaginário de adultos e crianças, além de aguçar a magia e o gosto pelo teatro”, afirma a gerente de marketing do shopping, Rejane Duarte.

Os ingressos poderão ser adquiridos nos balcões de venda do SINPARC – Sindicato dos produtos de Artes Cênicas de Minas Gerais – ou no próprio shopping, que também terá um ponto de vendas no Piso L3. Os valores de cada peça poderão ser consultados na tabela do Sindicato.

 

Serviço:

Férias Pátio Savassi 2015

“A Bruxinha que era Boa” – 7, 8, 13, 14, 15, 20, 21, 22, 27, 28, 29/01 – 15h30

“Zeropeia” – 11, 12, 18, 19, 25, 26/01 – 15h30 e 17h30

“Saltimbancos” – 7, 8, 13, 14, 15, 20, 21, 22, 27, 28, 29/01 – 17h30

“Cachinhos de Ouro” – 16, 17, 23, 24, 30, 31/01 – 17h30

“Chapeuzinho Vermelho” – 20 e 27/02 e 05/03 – 15h30 e 17h30

“Pinóquio” – 21 e 28/02 e 06/03 – 15h30 e 17h30

Balcão de vendas: Piso L3, ao lado do Hotzone – segunda à sábado, de 14h às 19h, e domingos, de 14h às 18h.

Preço: sob consulta

Local: Anfiteatro do Pátio Savassi (Av. do Contorno, 6061 – Savassi)

Central de Informações: 4003-4172

 

SINOPSES

A bruxinha que era boa

O espetáculo retrata a história de um conjunto de bruxas que tem por dever a prática do mal. No entanto, entre elas, destaca-se uma, possuidora dos dons do bem. Surge então, dentro do contexto, a tentativa das demais bruxas, sob o comando do seu líder, de fazê-la aprender a praticar maldades, sob a pena de ser eternamente presa na torre de piche.

A Zeropeia

Dona Centopeia vive muito feliz na floresta com suas cem perninhas, até o dia em que é criticada por ser tão diferente dos outros bichos. A cada conselho que recebe, ela vai amarrando suas perninhas até ficar sem nenhuma… e se transformar numa ZEROPEIA.

Cachinhos de Ouro

O texto é uma história familiar e aconchegante, que conta a história de uma menina que tem desejo de conhecer a floresta, mas sua mãe não permite. A menina desobedece a mãe e, sozinha, vai para a floresta onde encontra a casa dos ursos e toma a sopa deles. Cansada, dorme e é surpreendida por eles.

Pinóquio

Para realizar o sonho de se transformar num menino de verdade, ele precisa provar que é valente, sincero e generoso. PINÓQUIO é um clássico para toda a família – um lindo conto sobre a importância de escolher trilhar o caminho do bem.   A montagem, dirigida por Luciano Luppi, traz linguagem cenográfica construída sobre os elementos que constituem a estrutura física de Pinóquio – madeira, corda e tecido. O elenco combina sua interpretação com jogos cênicos.

Saltimbancos

Descontentes com a vida no campo, um jumento, um cachorro, uma gata e uma galinha partem para a cidade para tentarem a carreira musical. Durante a jornada, muitas coisas acontecem. Até que os animais percebem que a cidade não parece ser o melhor lugar para viver.

Chapeuzinho Vermelho

Na adaptação criativa e cheia de surpresas, a menina de chapeuzinho vermelho vai visitar e levar doces para a avó. No caminho, encontra o Lobo Mau que tenta enganá-la, dizendo ser seu amigo. Chapeuzinho tenta ensinar ao Lobo noções de higiene e educação. Uma adaptação criativa e emocionante, com muitas surpresas.

1+

Bela Aires

Desde que me tornei mãe passei a me interessar por todos os assuntos referentes à infância e maternidade. Compartilho aqui, com você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *