Lá vem a famosa “correria de fim de ano” de novo!  Vamos nos matar para encerrar os trabalhos escolares, as provas, as apresentações de aulas extras, o encerramento do futebol, da natação, a formatura, os compromissos festivos….Além do planejamento das férias, viagens, mudanças de horários, de escola. Ufa, haja fôlego! Parece que esta época do ano é uma confusão geral: o trânsito um caos, o preço do sacolão que sobe ainda mais, ninguém tem mais compromisso com nada e tudo parece mais moroso e difícil de se resolver. Tudo porque está acabando o ano!

E aí? Como lidar?

Veja se você se identifica com algumas queixas comuns a muitas famílias em “finais” de ano:
– todos contando os dias para chegar as férias, mas sem saber o que fazer para ocupar os filhos em casa
– ninguém aguenta mais a rotina diária, de escola/dever/estudos
– pais e filhos exaustos mas com dificuldade para dormir
– muitas metas da família foram “por água abaixo”
– a criança já está irritadiça e os pais sem paciência
– ninguém tem tempo de pensar em nada, está tudo no automático nesta reta final

Sua família entra neste circuito ou você consegue se blindar um pouco deste mal estar?

Cabe uma pausa para pensarmos! Mudar de ano tem que significar esta loucura toda?

É muito importante que a criança sinta uma coerência nas ações do adulto, que entenda que o que ele faz é saudável, importante e necessário. Ele é a referência do que a criança vai fazer e dos hábitos que ela vai cultivar ao longo da vida.

Este turbilhão de atividades de fim de ano misturados com a pressa, a ansiedade e o desespero para dar conta de tudo no mês de dezembro não valem a pena. As crianças se esforçam o ano todo, e é muito importante manter o entusiasmo e o envolvimento num ritmo equilibrado, evitando que elas sofram com tanta coisa imposta pela sociedade e pelos próprios pais.

Que tal tentar fechar o ano com chave de ouro? Ensinando às crianças que o caminho é mais importante do que o encerramento. Que as conquistas só têm um sabor especial quando sabemos nos esforçar de verdade, mas sem exagero! E que a vida não acaba no mês de dezembro, apesar de parecer!

Um feliz fim de ano para você! Mais feliz do que o fim de 2014!

 

Tatiana Camargos Lamego

Professora infantil e fundadora da Bem Família – Desenvolvimento Infantil

3+

Tatiana Camargos

Professora infantil e fundadora da <a href="http://www.bemfamilia.com.br/"> Bem Família – Desenvolvimento Infantil</a>

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *